Setor agropecuário investe em prevenção aos incêndios nas áreas rurais

Em 69 cursos demandados por empresas ligadas ao agro, 824 colaboradores foram capacitados entre 2018 e 2020

Foto: Sistema Famasul
Em Mato Grosso do Sul, cada vez mais, as empresas ligadas ao agro vêm ampliando as ações de prevenção aos incêndios nas áreas rurais. Com esse objetivo, entre 2018 e 2020, o Sistema Famasul, por meio do Senar/MS, realizou 95 cursos, capacitando 1,1 mil pessoas, em 25 municípios. Do total, 69 cursos foram demandados por entidades que atuam na produção agropecuária.
De acordo com dados do Senar/MS, no período, do total de cursos solicitados por empresas do setor, 824 colaboradores foram treinados. “Essas empresas têm buscado, a cada ano, melhorar a sua estrutura e atuação para prevenção aos incêndios na área rural. As empresas do setor florestal, por exemplo, com o apoio do Sistema Famasul, lançaram este ano a 9ª Campanha de Prevenção aos Incêndios Florestais”, avalia Clovis Tolentino, consultor técnico.
Ele adianta que, semelhantemente, entidades que participam do Comitê do Fogo de MS, no qual o Sistema Famasul também faz parte, lançam nesta semana uma campanha de prevenção voltada ao Pantanal.
De acordo com o consultor técnico, as usinas de cana, empresas florestais, propriedades que atuam com agricultura e pecuária, associações de produtores, empresas de pesquisa e até mesmos forças de segurança, vêm demandando o Senar-MS para qualificar sua mão de obra principalmente com os conceitos de prevenção aos incêndios.
“Um incêndio em áreas rurais traz prejuízos ambientais, sociais e econômicos. Diante disso, o investimento em qualificação e prevenção pode evitar a ocorrência destas situações. Práticas simples, como a construção de aceiros, destinação adequada do lixo e monitoramento podem contribuir significativamente com a redução dos focos. Todos estes conceitos são aprendidos nos cursos do Senar/MS”, explica.