Ponta Porã, Polícia Militar inaugura canil e implanta nova modalidade de policiamento

Na manhã desta Segunda-feira (10/5) numa breve e discreta cerimônia, o 4º Batalhão de Polícia Militar apresentou formalmente ao efetivo e à sociedade seus três novos integrantes, marcando desta forma, uma nova modalidade de policiamento na sua área de atuação.

Os novos integrantes tratam-se dos Cães de faro: Alfa, 7 meses da raça Pastor Belga de Malinois, em treinamento, Thor, 2 anos da raça Golden Retriever pronto para o emprego em policiamento e Pietá, 7 anos da raça Labrador, pronta para o policiamento.

O emprego de cães na atividade Policial Militar possui excelentes vantagens, tais como: impacto psicológico nas ocorrências, menor exposição do policial ao risco de morte durante abordagens, fácil acesso aos locais em que os humanos não conseguem penetrar sem um grande esforço e acima de tudo, economizam tempo e pessoal na localização de drogas.

Os cães, além de uma audição magnífica têm um olfato poderoso que pode ser até 60 vezes superior ao olfato humano. Enquanto seres humanos possuem cerca de 5 (cinco) milhões de células olfativas, algumas raças de cães podem chegar a ter 300 (trezentos) milhões, o que explica a incrível capacidade de farejar desses animais. Capacidade esta, sem nenhuma tecnologia superior ou equivalente até a presente data. Muitas vezes a atuação desses cães é a diferença entre prender um criminoso perigoso ou deixá-lo escapar e continuar sua atividade criminosa.

A implantação desta modalidade de Policiamento no 4º BPM iniciou-se em 2020, com a capacitação de três Policiais Militares para o trabalho com cães. A construção do canil em 2021 foi viabilizada graças à participação de diversas entidades que doaram os materiais de construção. A mão-de-obra foi dos próprios Policiais Militares do 4º BPM, que literalmente suaram a camisa para construir as três baias.

As atividades iniciam-se com três cães de faro, mas esse número pode ser ampliado, conforme a necessidade e o desenvolvimento dos trabalhos. Todos os animais pertencem a Policiais Militares e foram cedidos para o trabalho no 4º BPM e quando se “aposentarem” retornarão aos seus respectivos proprietários.

Participaram da reunião o Representante do Ministério Público Federal – Dr. Eduardo da Silva Costa, o represente e presidente da Associação de Cabos Soldados BM/PM, regional Ponta Porã – 3º Sargento PM Rodrigo da Costa, o representante dos Defensores da Fronteira, Sr. Amauri Ozório, além do empresário Daniel Souza Ferraz, proprietário da Loja Glória Materiais de Construção Ltda e do efetivo do 4º BPM. Em seu discurso, a Major QOPM Luciane Gonçalves Caniato – comandante em exercício, agradeceu aos policiais do 4º BPM e aos parceiros, por acreditarem e participarem do projeto. “Que este seja o nosso legado ao Guardião da Cidadania Fronteiriça. Que Deus esteja conosco e que tenhamos muito sucesso nesta nova empreitada!” Finalizou.

Curta o  Jornal Maracaju Hoje no Facebook . Tem uma imagem, reportagem bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: [email protected] ou no Repórter Por Um Dia através do WhatsApp do Repórter Por Um  Dia JMH (67) 67984061043.  

 Acesse e curta nossas páginas:  

https://www.facebook.com/radiocidade104.3  

https://www.facebook.com/maracaju.hoje  

https://www.instagram.com/radiocidade104.3/  

https://www.instagram.com/maracaju.hoje/  

http://cidade104fm.com.br/