Tereza Cristina quer abrir terras indígenas já demarcadas no Brasil à produção agrícola comercial

O Brasil deve permitir a exploração de terras indígenas pela agricultura comercial, disse nesta sexta-feira a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, que ao mesmo tempo procurou suavizar muitas das polêmicas posições do presidente Jair Bolsonaro sobre os povos nativos e o meio ambiente.

Os agricultores formam uma base fundamental de apoio a Bolsonaro, que desde que assumiu o poder em 1º de janeiro colocou as políticas pró-agronegócio no centro de sua agenda. Ativistas têm alertado que as posições de seu governo podem enfraquecer proteções ao meio ambiente, à floresta amazônica e aos povos indígenas.

As áreas de reserva que cobrem cerca de 12 por cento do território brasileiro não podem atualmente ser exploradas para fins de agricultura comercial.

“Eles (índios) poderiam plantar lá… e talvez ter renda para a comunidade”, disse Tereza a repórteres, em coletiva em Brasília . “Eles não podem fazer isso hoje. Isso precisa ser mudado no Congresso.”

Rural News.