PM preso em SP com cocaína e armas chega ao MS

Foto: Divulgação/Midiamax

O policial militar reformado, Mário Marcio da Silva, de 45 anos, preso no Guarujá (SP), com mais de uma tonelada de cocaína, dinheiro e armas de fogo, foi transferido na última quarta-feira (20/5), para Campo Grande.

Segundo o Midiamax, o militar era lotado em Corumbá e chegou na capital sob forte esquema de escolta policial.

Policiais da Rota (Rondas Ostensivas Tobias Aguiar), de São Paulo, acompanharam a viagem com cinco viaturas até Três Lagoas. De lá, foi escoltado pela PMMS (Polícia Militar de Mato Grosso do Sul), com equipes do município de Água Clara, Ribas do Rio Pardo, Guarda e Escolta.

Ao chegar em Campo Grande, foi levado ao presídio ainda sob escolta do Batalhão de Choque.

Conforme o site, Mário foi preso em março de 2019, suspeito de envolvimento com narcotráfico internacional. Na época, a Polícia Federal de Santos encontrou com ele mais de 1 tonelada de cocaína, R$ 1 milhão, além de cinco pistolas, um fuzil, carregadores e 21 telefones celulares.

Nos aparelhos foram identificados vídeos em que ele mostrava as cargas de cocaína que posteriormente seriam exportadas.

Condenação

Ainda no ano passado, o policial militar reformado foi condenado a 14 anos e sete meses de prisão por tráfico de drogas. A decisão foi da 5ª Vara da Justiça Federal de Santos (SP).

O PM começou a cumprir a pena no Presídio Militar Romão Gomes, em São Paulo, e agora deve cumprir o restante no Presídio de Segurança Máxima de Campo Grande.

Luiz Guilherme – Maracaju Hoje