Maurílio diz que cidade pode viver momento ruim com a Covid-19

Prefeito Maurílio Azambuja; foto: Raynara Follman/Maracaju Hoje
Luiz Guilherme – Maracaju Hoje
Fique em casa, se puder. Evite aglomerações, rodas de tereré, use máscara, lave as mãos com frequência, não se esqueça do álcool em gel. Essas são algumas medidas que nos últimos meses todos escutam o tempo todo por causa da pandemia da Covid-19, no entanto, quando algumas dessas regras são desrespeitadas o preço a ser pago pode ser alto.
Maracaju tem 228 contaminados, sendo que 164 estão recuperados, situação classificada como ‘sob controle’ pelo prefeito Maurílio Azambuja (MDB), mas que se as regras de distanciamento social continuar sendo desrespeitado por alguns donos de estabelecimentos noturnos, o município pode perder o controle.
“Podemos viver um momento ruim, péssimo com a Covid-19 se as medidas, regras de segurança contra o vírus, não forem respeitadas, e depois, não vai adiantar chorar. Estamos estudando novas decisões para penalizar quem não cumpre os decretos já em vigor, e vamos ser mais rígidos”, pontuou Maurílio durante entrevista na Rádio Cidade Maracaju na manhã desta sexta-feira (7/8).
No último fim de semana houve vários moradores de bairros reclamando de conveniências, barezinhos que não estariam respeitando as regras de funcionamento que são 30% da capacidade máxima de lotação, excedendo o horário estipulado pelo decreto que são das 19h às 23h, e ainda, aglomerações em pontos da cidade.
“Nunca impedimos ninguém de trabalhar, mas se não houver respeito, vamos tomar medidas mais severas, como caçar o alvará desses locais que não cumprem com o estabelecido”, disse o chefe do Executivo.
Maurílio também adiantou que neste fim de semana, haverá fiscalização mais intensa em todo o município de Maracaju, e quem não estiver trabalhando conforme a lei será penalizado.