Mais de 65% dos casos de homicídios no MS são esclarecidos

Luiz Guilherme, com Portal MS
O Instituto Sou da Paz realizou um levantamento chamado ‘Onde Mora a Impunidade’ e este mostra que Mato Grosso do Sul é o segundo Estado do Brasil que mais esclarece os casos homicídios – 67% dos crimes foram finalizados tendo os acusados identificados e presos.
MS fica atrás do Distrito Federal, com índice de 92%.
Esses dados divulgados hoje (30/9), pelo Governo do Estado, são, no entanto, referentes a 2017, e levam em consideração somente o percentual de investigações de mortes violentas que foram denunciados pelo Ministério Público à Justiça.
Os índices de esclarecimentos do Estado, que leva em consideração todos os casos registrados, são superiores a 70%, isso porque muitos homicídios continuam em apuração.
A estatística da Polícia Civil mostra que dos 559 casos de homicídios registrados em 2015, em 77% deles os autores foram identificados, indiciados e processados. Em 2016 foram 564 mortes violentas e 71% delas com indicação de autoria e em 2017, 73% do total dos 529 homicídios ocorridos foram esclarecidos. O percentual de elucidações de 2018 é de 71%, sendo que naquela época foram registrados 455 homicídios no Estado.
O titular da Delegacia Especializada de Homicídios, delegado Carlos Delano, atribui o alto índice de esclarecimentos de homicídios de Mato Grosso do Sul a política permanente de capacitação dos policiais, desde o atendimento do local do crime até a forma de investigar, com novos métodos, tecnologias e respeito às leis.
“Todo homicídio é prioridade para nós, independentemente do local onde ocorreu ou de quem seja a vítima, além disso nós não estamos apenas preocupados em apontar quem cometeu o crime, mas principalmente em produzir provas necessárias e suficientes para que esta pessoa seja processada e condenada”, explica.
Estado seguro
Além de ser um dos Estados que mais esclarece homicídios no país, conforme o Atlas da Violência 2020, Mato Grosso do Sul é um dos mais seguros, onde houve expressiva redução de mortes nos últimos anos.
Divulgado recentemente, o documento elaborado pelo Ipea (Instituto Brasileiro de Pesquisa Econômica Aplicada) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, mostra que os homicídios caíram 14,3% de 2017 para 2018.
Assassinatos ocorridos entre 2008 e 2018, mostra que a taxa de homicídios por 100 mil habitantes passou de 24,3 em 2017 para 20,8 no Mato Grosso do Sul em 2018.
O Estado aparece no Atlas de 2020 com a sexta melhor taxa de mortes violentas do Brasil.
Em números absolutos, o levantamento mostra que entre 2008 e 2018, o Estado apresentou uma redução de 38% nos homicídios por armas de fogo. De 2013 a 2018 a queda foi de 23,6% e entre 2017 e 2018 de 25,7%.