Justiça aceita denúncia contra 26 integrantes de organização criminosa especializada em contrabando de cigarro

foto divulgação PRF

A Justiça Federal em Ponta Porã (MS) recebeu, nesta sexta-feira (30), denúncia contra 26 integrantes de uma organização criminosa especializada em contrabando de cigarro. A denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal (MPF) é fruto da Operação Nepsis, deflagrada pela Polícia Federal em 22 de setembro em cinco estados: Mato Grosso do Sul, Paraná, São Paulo, Alagoas e Rio de Janeiro.

À época da operação, a PF informou que a organização criminosa criou uma sofisticada rede de escoamento de cigarros contrabandeados do Paraguai pela fronteira com Mato Grosso do Sul. Os denunciados criaram uma estrutura logística com características empresariais, com gerentes, batedores, olheiros e motoristas. Entre os 43 mandados de prisão cumpridos em 22 de setembro, estavam os líderes da organização criminosa e policiais civis, militares e rodoviários federais de Mato Grosso do Sul.

Com base na investigação estima-se que, em 2017, os envolvidos tenham sido responsáveis pelo encaminhamento de, ao menos, 1,2 mil carretas carregadas com cigarros contrabandeados às regiões Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste do país.

Com informações da Polícia Federal.

Assessoria de Comunicação Social Ministério Público Federal em Mato Grosso do Sul.