Com presença de cooperado ilustre, o governador Reinaldo, Lar inaugura novas instalações!

Governador Reinaldo Azambuja, prefeito Maurílio Azambuja, presidente da Cooperativa Lar, Irineo Costa Rodrigues, e o vice-prefeito Joares Sanches – Foto Hosana de Lourdes

Com 15 anos de presença em Mato Grosso do Sul e, efetivamente, há 13 anos atuando em Maracaju, embora tenha iniciado a construção de seu primeiro entreposto, em 2004, no entroncamento da BR-267 com a MS-164 – na entrada para o distrito de Vista Alegre -, a Lar Cooperativa inaugurou as novas instalações de seu escritório de recebimento de grãos e de atenção ao produtor rural em concorrida solenidade realidade no fim da tarde da última sexta-feira, 26.

O presidente da Lar Cooperativa, Irineo Costa Rodrigues, esteve em Maracaju para recepcionar, juntamente  com o gerente da unidade local, Ederson Mariano, destacadas autoridades que se fizeram presentes ao evento, entre elas o governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), o prefeito do município, Maurílio Ferreira Azambuja (MDB), o vice-prefeito, Joares Sanches (PSDB), o presidente da Câmara Municipal, vereador Hélio Albarello (MDB) e o diretor-presidente da Cooperativa Sicredi Pantanal, Emerson Perosa, entre outras personalidades.

Ouvido pela equipe da Rádio Cidade Maracaju FM, que transmitiu ao vivo toda solenidade de inauguração, o presidente da Cooperativa Lar destacou a alegria da instituição se fazer presente no município de Maracaju com três grandes entrepostos que, juntos, somam mais de R$ 150 milhões em investimentos que geram renda para a cidade mais de uma centenas de postos de trabalho diretos, além dos empregos indiretos.

Durante entrevista à Rádio Cidade FM, Irineo Costa Rodrigues fez projeções animadoras sobre o crescimento do setor ligado ao agronegócio afirmando que a produção brasileira de alimentos pode ser duplicada nos próximos anos graças à existência de áreas propícias à produção agrícola como “do pujante município de Maracaju, onde quem aposta na força da produção quer estar presente, como nós da Lar aqui nos fazemos presentes” frisou.

Para Irineo, o alimento tem um papel fundamental até mesmo no processo de manutenção da paz mundial e os agricultores brasileiros são muito competentes, estão entre os melhores do mundo. “Os agricultores brasileiros são competitivos, produtivos e, se ninguém atrapalhar, eles farão o seu papel nesse processo tão importante que é levar alimento à mesa da população de todo o planeta e garantir a paz mundial” enfatizou.

O governador foi recebido prelo gerente da unidade Ederson Mariano e presidente da Lar Irineo Costa Rodrigues _ Foto de Hosana de Lourdes

GOVERNADOR REINALDO – O governador Reinaldo Azambuja falou de sua satisfação de participar da solenidade proporcionada pela direção “dessa jovem cooperativa brasileira que está completando 55 anos, dos quais mais de 15 anos presentes em Mato Grosso do Sul e há mais de 13 anos em Maracaju”.

Reinaldo se disse feliz por estar presente, como governante e como cidadão sul-mato-grossense, num setor que tem crescido muito: o agronegócio que tem dado resultados fantásticos no crescimento do Brasil. “E a Lar acompanha esse processo. Basta ver suas projeções para 2019, quando deverá ter um faturamento de 7 bilhões fixando-se praticamente entre 100maiores empresas brasileiras” acentuou o governador.

Reinaldo disse que é importante apoiar quem acredita no Estado e se lembrou que a Lar chegou em Maracaju em 2005, mas ainda no seu último ano de mandato como prefeito de Maracaju, em 2004, promoveu a recepção aos seus diretores no trevo de Vista Alegre, onde foi construída a sua primeira unidade da cooperativa. “Participamos dessa história de sucesso. Hoje a Lar tem seus escritórios e armazéns de recebimento de grãos e já industrializa alguns produtos. Isso é importante porque agrega valor e valoriza essa parceria. E falo como governador e como associado da Cooperativa Lar” registrou o chefe do Poder Executivo Estadual.

O governador destacou, ainda, o crescimento da produção de grãos no Estado, dizendo acreditar que nos próximos anos o Mato Grosso do Sul deve ultrapassar a casa dos 20 milhões de toneladas de grãos produzidas. Para ele, esse crescimento tem sido uma tônica de todos os anos. “A projeção da Aprosoja/MS é de que continuemos crescendo num ritmo acelerado nos próximos 10 anos, ampliando entre mais de um milhão a um milhão e meio de hectares na área plantada” informou o governador.

Na opinião de Reinaldo Azambuja, esse crescimento é bom porque gera oportunidades de mercado, como geração de renda e postos de trabalho, exige que o investidor agregue valor à produção com a industrialização do que é produzido.

Ele lembrou ainda o surgimento de dois novos portos no Estado, no município de Porto Murtinho, onde um já está em obras e o segundo tem pedido de licenciamento ambiental para sua instalação já registrado nos órgãos do Governo do Estado. “São modais importantes que abrirão oportunidades novas de escoamento da produção através do Rio Paraguai. Esses investimentos agregam valor e fortalecem ainda mais a produção de Mato Grosso do Sul” disse ao finalizar cumprimentando “a família da Cooperativa Lar, na pessoa do Presidente Irineo, pelos investimentos efetuados no seu entreposto de Maracaju”.

MAURÍLIO AZAMBUJA – O prefeito maracajuense, Maurílio Ferreira Azambuja, por sua vez, disse que o setor do agronegócio do município é muito forte. Mas, reconheceu que só chegou a esse patamar porque existem pessoas, empresas e empresários que acreditaram, acreditam, investiram e estão investindo em Maracaju, “como é o caso da Lar, uma das maiores cooperativas do Brasil que acredita no nosso município”.

Para o prefeito, Maracaju cresce graças à visão de futuro e a coragem do produtor rural. “As autoridades, e aí se inclui o prefeito, têm de trabalhar e não atrapalhar. Tem que trabalhar de tal forma que quem queira investir em Maracaju tenha segurança. Se o município oferecer saúde de qualidade, educação de excelência, as pessoas vão querer vir pra cá para produzir com segurança, porque competência o homem do agronegócio tem de sobra” disse o chefe do Executivo Municipal.

CÂMARA MUNICIPAL – Falando em nome dos integrantes do Poder Legislativo Municipal, o presidente da Câmara, vereador Hélio Albarello, reiterou que a força do agronegócio é que faz com que o município cresça e se desenvolva.

Para ele, “o homem do campo é quem produz hoje a riqueza do nosso município, do Estado e do Brasil”, enquanto que as cooperativas, no seu entendimento, “estendem as mãos aos produtores rurais, fornecendo-lhes adubos, insumos, sementes e espaço para armazenamento dos produtos do campo dando garantias e tranquilidade ao produtor rural”.

Foto: Reginaldo Fotógrafo

EDERSON MARIANO – Gerente da unidade Lar em Maracaju, Ederson Mariano, foi anfitrião da alta direção da Lar Cooperativa e das autoridades que prestigiaram a solenidade de inauguração das novas instalações do escritório da instituição no município. Ele classificou o momento como muito importante para a unidade Lar de Maracaju.

“A Lar está em Maracaju há mais de 14 anos. Ela vem investindo anualmente no município porque acredita na força da agricultura, do agronegócio” disse Ederson. Ele destaca que a direção da Lar acredita muito no potencial do município de Maracaju “tanto que tem aqui um dos principais polos do Estado e do país”.
O gerente do entreposto local da Lar frisou que os investimentos efetuados na unidade maracajuense vêm de encontro à necessidade de oferta uma estrutura mais moderna para atender o produtor. “Nossos colaboradores estão aqui para atender o produtor associado da melhor maneira possível nesse novo escritório elaborado com uma logística de atendimento em que o cooperado pode comprar seus insumos e passar pelos departamentos Financeiro, de fornecimento e operacional tudo num mesmo complexo. Então é um escritório amplo, moderno e funcional onde o produtor encontrará praticamente tudo o que necessita para seu dia-a-dia” esclareceu.

Foto: Reginaldo Fotógrafo

CELSO VILLANI – Associado à Lar Cooperativa Celso Villani foi um dos muitos produtores rurais maracajuenses que se fizeram presentes à solenidade de inauguração das novas instalações do Escritório da Lar em Maracaju. E ele não economizou palavras de elogio à ação da diretoria da instituição cooperativista. “A inauguração do novo escritório representa o reconhecimento ao município de Maracaju, uma praça rica na produção de grãos, e a nós cooperados por fazermos a nossa parte produzindo”.

Ele registrou que vê a Lar como uma cooperativa pujante que está investindo em prol da cidade trazendo benefícios a todos. “Cumprimento a direção da Lar e fazemos votos de que continue atuando com seriedade e honestidade que sempre marcaram sua história, oferecendo-nos serviços de qualidade e bom atendimento”.

Para Celso Villani, a ampliação pela qual passou o entreposto da cooperativa em Maracaju, representa crescimento e segurança aos produtores que precisa na hora da colheita que a cooperativa esteja organizada para receber a sua produção, para secá-la, estoca-la e mantê-la com qualidade até na hora da comercialização e da sua da retirada para a indústria ou exportação.  “A Lar faz bem o seu papel. Tem uma excelente diretoria, ótima gerência e uma equipe muito competente trazendo segurança a todo o produtor” sintetizou o produtor associado.