Com 205t de drogas apreendidas em 2020, número supera 2019

Foto: Divulgação/DOF
Luiz Guilherme – Maracaju Hoje
As apreensões de drogas realizadas de janeiro até hoje (29/9), pelo DOF (Departamento de Operações de Fronteira), superam todo o volume apreendido em 2019. A última apreensão tirou de circulação quase dez toneladas de maconha, conforme noticiado mais cedo. (veja aqui).
A maconha fora carregada em Ponta Porã, região de fronteira com o Paraguai, num caminhão de combustível, e seguiria para Rondonópolis (MT). Uma pessoa foi presa.
Com isso, o Departamento contabiliza 205 toneladas de drogas apreendidas em 2020, enquanto no ano passado, foram 109 [toneladas].
Segundo a assessoria de comunicação do DOF, entorpecentes como pasta base de cocaína, haxixe, skunk fazem parte desses números de apreensões, mas a responsável por liderar esse ranking é a maconha – 98%.
Em entrevista exclusiva ao Maracaju Hoje, o diretor do DOF, coronel Wagner Ferreira da Silva comentou o novo recorde registrado pelo Departamento, afirmando que o consumo de entorpecentes cresceu 8% desde o início da pandemia da Covid-19.
“São inúmeros fatores que precisamos avaliar. Os grandes volumes de drogas apreendidos não são apenas do DOF, há outros órgãos também realizando essas apreensões, mas isso é possível graças aos trabalhos que foram intensificados, e também à comunicação que há entre as polícias. Outro fator que levamos em consideração é que com a pandemia, a demanda, procura por drogas, infelizmente aumentou cerca 8%. Ou seja, as pessoas ficam mais em casa, e estão procurando essas vias, nadas boas, para passar o tempo”.
Rotas do tráfico
“Maracaju é uma cidade rota do tráfico, muitos traficantes passam pelo município com droga, porém, é importante ressaltar que essas drogas apreendidas não têm Mato Grosso do Sul como destino final. Elas saem do país vizinho, passam pelo nosso Estado, mas o foco é a distribuição em grandes centros como São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais”, finalizou Wagner.
No início do mês, o MH chegou a divulgar um balanço que mostrava números mais detalhados. Até 7 de setembro, Mato Grosso do Sul já era considerado recordista brasileiro em apreensões, isso porque os policiais de todo o Estado haviam tirado de circulação quase 520 toneladas de drogas, um aumento de 106% em comparação com o mesmo período de 2019, quando foram apreendidas pouco mais de 243 toneladas.
Do total de drogas apreendidas este ano, o maior volume, 337 toneladas, foram no interior de MS, especialmente nos municípios localizados na linha e faixa de fronteira com o Paraguai.
Além disso, o Departamento de Operações de Fronteira é responsável por grande parte das apreensões, mais de 182 toneladas. Em todo o ano passado, foram 73,2 toneladas.
População é fundamental
A população pode desempenhar um papel fundamental na luta no combate ao tráfico de drogas. Garantindo sigilo da identidade, o DOF disponibiliza o número 0800 647 6300 para denúncias seja de tráfico, contrabando, veículos roubados ou furtados.