Aeronave é apreendida em MS com mais de 1t de cocaína

Fotos: Jornal da Nova
Luiz Guilherme – Maracaju Hoje
A FAB (Força Aérea Brasileira) apreendeu ontem (2/8), duas aeronaves que sobrevoavam Mato Grosso do Sul com mais de uma tonelada de cocaína.
Segundo o Jornal da Nova, foram duas ocorrências simultâneas sendo que na primeira, envolveu um monomotor modelo EMB-720 Minuano, escoltado para uso obrigatório já em Rondonópolis (MT).
Lá, a Polícia Federal assumiu os trabalhos e constatou que no interior do avião havia 450kg de cocaína. Os pilotos foram presos.
Informações da FAB dão conta de que na segunda ação, a apreensão foi de um bimotor B-58, que deveria ter pousado em Três Lagoas, mas a ordem não foi obedecida e o piloto só parou em uma propriedade rural localizada no município de Ivinhema. A aeronave transportava cerca de 700kg da mesma droga.
Ainda de acordo com o site, após o pouso, o piloto fugiu para uma vegetação. Equipe da Força Tática iniciou as buscas e, em seguida, a FAB e Polícia Federal chegaram ao local com helicóptero para periciar a aeronave e a carga de entorpecentes.
Horas depois, policiais do Tático localizaram Nélio Alves de Oliveira, de 70 anos, piloto, natural de Campina Verde (MG) e morador em Campo Grande, junto com Júlio Cesar Lima Benitez, de 41, também residente na Capital.
O avião foi transportado por meio de guincho e contou com o auxílio do DOF (Departamento de Operações de Fronteira).
Os dois presos e as drogas foram encaminhados à Delegacia de Polícia Federal, em Dourados, e após pesagem, a cocaína totalizou 486,9 quilos, além de 30,8 quilos de pasta base de cocaína. A previsão é que a carga seja avaliada em R$ 15 milhões.
Operação Ostium
A FAB interceptou, em operações simultâneas duas aeronaves classificadas como suspeitas, segundo informações de inteligência da Polícia Federal, reforçando a capacidade de monitoramento e atuação na fronteira.
As ações, realizadas em conjunto com a PF, envolveram quatro caças A-29 Super Tucano da FAB e um E-99, além de todo o Sisdabra (Sistema de Defesa Aeroespacial Brasileiro).